prefeitura

Com hat-trick de Mbappé e gol 100 de Neymar, PSG goleia o Metz

Por Redação em 21/05/2022 às 19:49:25


Os outros gols da equipe também tiveram foram especiais. Neymar, que fez o terceiro, chegou ao seu centésimo gol pelo clube. Di María, que marcou o quinto, fez sua despedida e chorou muito, sendo aplaudido por seus colegas e pela torcida.


A partida teve um início bom dos visitantes, porém o PSG dominou completamente depois dos 15 minutos do primeiro tempo e não teve dificuldades para chegar a área adversária e balançar as redes. Já campeão, o clube terminou com 86 pontos. Após o embate, a festa pela conquista do 10º título do Campeonato Francês teve início.


Por outro lado, o Metz foi rebaixado com o revés. Com o empate do Saint-Étienne em 1 a 1 com o Nantes, o Metz foi para a 19ª colocação, com 31 pontos. Já o Saint-Étienne, que é o maior campeão francês ao lado do PSG, irá disputar o playoff contra o descenso.


MBAPPÉ FESTEJADO
Aplaudido na escalação, no anúncio da permanência e em campo, Mbappé teve uma grande atuação. Diante da frágil defesa adversária, aproveitou a parceira com Neymar e Messi, que esteve um pouco abaixo, para marcar três vezes.
Após a partida, o jogador ainda vai receber dois prêmios. Maior goleador e maior garçom da equipe, ele deve ganhar as premiações do ex-atacante Dominique Rocheteau e do ex-goleiro Bernard Lama, respectivamente.


DOIS SUSTOS
Aplaudido na escalação, no anúncio da permanência e em campo, Mbappé teve uma grande atuação. Diante da frágil defesa adversária, aproveitou a parceira com Neymar e Messi, que esteve um pouco abaixo, para marcar três vezes. Após a partida, o jogador ainda vai receber dois prêmios. Maior goleador e maior garçom da equipe, ele deve ganhar as premiações do ex-atacante Dominique Rocheteau e do ex-goleiro Bernard Lama, respectivamente.


MBAPPÉ COMEÇA O SHOW
O domínio do PSG começou aos 15 minutos e foi até o final da partida. Aproveitando da fragilidade do rival, o time da casa criou muitas chances e abriu o placar com Mbappé, aos 23. Ele recebeu lindo lançamento de Di María, limpou a marcação e mandou para o fundo da rede.


Quatro minutos mais tarde, ele recebeu passe de Messi e guardou seu segundo, também com o pé esquerdo. Nas costas da zaga, ele saiu cara a cara com o goleiro e deu um toque leve para o gol.


NEYMAR É 100
O dia era do francês, contudo o atacante brasileiro também alcançou uma grande marca no PSG. Ele tabelou com Di María, e recebeu quase na pequena área, apenas com o trabalho de mandar para o fundo da rede. Foi o centésimo gol do brasileiro pelo PSG.


"Muito contente por chegar nessa marca tão alta com o Paris. Estou muito feliz e espero continuar fazendo história no clube", disse o jogador no intervalo.


HAT-TRICK
Já estava fácil para Mbappé, mas a zaga do Metz ainda vacilou para ajudar. Com a bola, ele cortou para o pé direito e mandou para o gol vazio, anotando seu terceiro gol aos 4 da etapa final.


METZ COM UM A MENOS
A missão dos visitantes ficou ainda mais complicada aos 13 minutos do segundo tempo. Traoré recebeu o segundo amarelo por uma entrada dura em Neymar e deixou o Metz com apenas 10 em campo.


DI MARÍA SAI EM ALTA
Ao contrário de Mbappé, o meia argentino fez hoje sua última partida pelo PSG. Com liberdade para municiar os atacantes, o argentino fez um grande jogo e foi premiado marcando o quinto gol do clube. Em linda jogada de Mbappé, a bola ficou com Messi, que bateu de voleio e acertou a trave. Di María ficou com o rebote, driblou a defesa e deixou o seu, aos 20 do segundo tempo.


O jogador não segurou a emoção e chorou depois de balançar a rede. Ele sai em alta com a torcida, que levou faixas exaltando seu respeito ao clube, e o aplaudiu demais quando foi substituído, aos 29 da segunda etapa, para a entrada de Herrera. Todos os jogadores também foram cumprimentar o jogador - que é o maior garçom da história do time, com 118 assistências - antes de ele deixar o campo.


MESSI PARA NA TRAVE DE NOVO
A finalização antes do gol de Di María foi a 12ª bola na trave de Messi na temporada. O jogador lidera o quesito inusitado entre as principais ligas da Europa. Mas esta não foi a única bola na trave do PSG. Antes dele, aos 16 minutos do segundo tempo, Mbappé também havia parado no poste em jogada trabalhada com Neymar.

Fonte: Notícias ao minuto

Tags:   Esporte
Comunicar erro
camara

Comentários

arapiraca