sebrae 728x90
arapiraca nov e dez
Gov. TEM,TEM,TEM - abril

STJD marca julgamento de Textor por não exibir prova de suposta manipulação

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O STJD marcou para o dia 15 de abril o julgamento de John Textor, dono da SAF Botafogo, por não enviar ao tribunal as provas que diz ter sobre manipulação de partidas no Brasileiro.

Por Redação em 03/04/2024 às 23:07:58

Textor foi denunciado em dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

A primeira infração (artigo 220) é por "deixar de colaborar com órgãos da Justiça Desportiva na apuração de irregularidades". A pena de multa pode chegar a R$ 100 mil neste item.

A segunda infração é "deixar de cumprir ou retardar cumprimento de decisão da Justiça Desportiva". Nessa, ele pode levar suspensão de 90 a 360 dias, além de multa de até R$ 100 mil.

Uma condenação nesse segundo artigo fica no histórico e pode gerar eliminação do futebol, caso haja reincidência.

As acusações feitas por Textor, sem provas exibidas, citam favorecimento ao Palmeiras.

A ORIGEM DA QUESTÃO

A denúncia contra Textor é resultado de um inquérito aberto no STJD para apurar e pedir mais detalhes sobre as declarações dele sobre manipulação em edições recentes do Brasileirão.

Textor chegou a dizer que tinha gravações de árbitros dizendo que não receberam propinas prometidas.

O STJD deu dois prazos para o dono da SAF Botafogo enviar as provas que dizia ter. Mas a resposta foi a de que o tribunal não tinha competência para apurar os casos.

Assim, os membros do STJD decidiram que ele deveria ser denunciado e alvo de julgamento, agora marcado para o dia 15.

MAIS TEXTOR NO STJD

O Palmeiras acionou nesta terça-feira (2) (2) o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) em busca de uma liminar que impeça John Textor de mencionar o clube nas acusações - ainda sem provas apresentadas -de supostas manipulações no Brasileirão.

O Palmeiras entrou com uma medida inominada, com pedido de liminar endereçado ao presidente do STJD, José Perdiz.

Se o pedido for acatado, o clube quer que Textor fique sujeito a duas punições adicionais, em caso de descumprimento.

A primeira é uma multa de R$ 100 mil por cada sugestão, menção ou referência -implícita ou explícita- ao Palmeiras.

A segunda é uma suspensão de 90 dias por cada menção ao clube, ainda que velada, envolvendo manipulação.

Textor e a procuradoria do STJD devem ser intimados antes de uma eventual decisão, caso o presidente do tribunal ache pertinente o pedido do Palmeiras.

Fonte: Notícias ao minuto

Tags:   Esporte
Comunicar erro
banner tvsampaio 728x90 - local 6
CAMPOS
Detran 20-27.10
CESMAC 50 - NOV2023
Clinica Sesi 25.03

Comentários

banner TAVARES - 728X90 - 2
banner tv sampaio - local 3
p.contas GOV