Pref arapiraca - AQ. DE ALIMENTOS - 863
p.contas GOV
Detran 20-27.10
sebrae 728x90
arapiraca nov e dez
Gov fev - TEM,TEM,TEM 1 - Nov A.

Uso das técnicas da ABA crescem no acompanhamento do autismo

Neuropsicóloga explica detalhes de como funciona a conhecida "Aprendizagem sem erros"

Por Redação em 08/11/2023 às 10:25:44
Reprodução

Reprodução

O uso da An√°lise do Comportamento Aplicada – ABA (Applied Behavior Analysis, na sigla em ingl√™s) tem crescido exponencialmente como forma de ampliar o comportamento e aumentar a autonomia das crianças diagnosticadas com Transtorno do Espectro Autista ou com transtornos de neurodesenvolvimento. Segundo a neuropsicóloga Fernanda Barreto, essa é a chamada "Aprendizagem sem erros", que consiste em uma técnica científica que envolve o alerta precoce e imediato, de modo que a resposta do aluno esteja sempre correta. Estudos apontam que 80% dos casos apresentam boa evolução quando usam as estratégias da ABA.

Fernanda explica que essa an√°lise envolve o ensino intensivo e individualizado das habilidades necess√°rias para que a criança autista possa adquirir independ√™ncia e a melhor qualidade de vida possível, inclusive em sala de aula. Dentre as capacidades ensinadas incluem-se os comportamentos que interferem no desenvolvimento e integração do indivíduo diagnosticado com autismo. "Todo esse trabalho tem como foco melhorar a interação familiar, social e aprimorar o desenvolvimento das atividades do dia a dia, com ganhos j√° comprovados", analisou.


Outro ponto de destaque são as habilidades desenvolvidas e ensinadas durante a terapia, pois elas dependem diretamente das características e necessidades de cada criança. "Para executar o tratamento, é fundamental avaliar os pacientes de maneira personalizada, traçar os objetivos e, claro, elaborar programas específicos de ensino. Essa é uma abordagem da psicologia que é usada para a compreensão do comportamento humano", acrescentou, observando que Alagoas tem uma Lei Estadual que visa promover a inclusão social dos alunos com TEA através do ABA.

A neuropsicóloga lembra que a família é fundamental durante a fase de avaliação, diagnóstico e tratamento, pois ela é capaz de melhor absorver e acompanhar o desenvolvimento do paciente. "Na ABA, os pais aprendem a identificar o comportamento e também precisam estimular os seus filhos em casa. Por isso, a import√Ęncia do acompanhamento familiar para alcançarmos os melhores resultados", complementou.


Fonte: Redação com assessoria

Comunicar erro
banner tvsampaio 728x90 - local 6
CAMPOS
CESMAC 50 - NOV2023
SESI novo 2024

Coment√°rios

banner TAVARES - 728X90 - 2
banner tv sampaio - local 3