Pref arapiraca - AQ. DE ALIMENTOS - 863
p.contas GOV
Detran 20-27.10
sebrae 728x90
arapiraca nov e dez
Gov fev - TEM,TEM,TEM 1 - Nov A.

Pneumologista alerta sobre os mitos relacionados à asma e o esporte

Rita Silva orienta pacientes sobre a importância da atividade física para o controle dos sintomas

Por Redação em 11/09/2023 às 11:15:33
Reprodução

Reprodução

A asma é uma condição crônica que afeta as vias respiratórias, causando sintomas como falta de ar, chiado e tosse. Muitos são os mitos relacionados a essa condição, especialmente no que se refere aos praticantes de esportes ou atividades físicas. Mas os especialistas derrubam os mitos e explicam o que deve ser feito neste caso, afinal, muitos atletas, inclusive, de alto rendimento, são asmáticos e desempenham suas provas com excelência nos resultados.

"A asma, devidamente controlada, não deve ser uma barreira para a prática esportiva", afirmou a especialista em pneumologia infantil, Rita Silva. A médica ressalta a importância do diagnóstico correto e do tratamento adequado, que permitem ao asmático levar uma vida normal, incluindo a prática de atividades físicas. "O esporte é altamente recomendado para indivíduos asmáticos. O exercício ajuda a fortalecer os músculos respiratórios, melhora a capacidade pulmonar e contribui para o bem-estar geral", acrescentou.

Contudo, existe uma crença generalizada de que a natação seria uma "cura" para a asma. Rita Silva esclarece a situação e pontua a necessidade de cuidados com os excessos. "A natação é benéfica porque estimula a capacidade respiratória e cardiovascular, mas dizer que ela cura a asma é um mito. O que acontece é uma melhoria na resistência e no controle respiratório". "É crucial escolher um esporte que se adeque às necessidades individuais e sempre ter um plano de ação para a asma em mãos", observou.

A relação entre asma e qualidade de vida é direta. Um bom controle da condição permite que o indivíduo participe de diversas atividades sem restrições. No entanto, é fundamental que haja um acompanhamento médico regular e que se evitem gatilhos que possam desencadear crises asmáticas. "A asma não deve ser uma sentença de inatividade. A asma não é uma barreira, e a vida ativa é direito e escolha de todos. Com as devidas precauções, o céu é o limite", afirmou.

CUIDADOS

Vale lembrar que, em alguns casos, o exercício intenso pode desencadear o que se conhece como asma induzida por exercício. Portanto, é essencial ter uma avaliação médica antes de iniciar qualquer atividade, principalmente esportes de alta intensidade. "É importante dizer: não se deixe levar por mitos", alertou a pneumologista.

"Em uma sociedade cada vez mais consciente da importância da saúde e bem-estar, é fundamental eliminar mitos e estigmas associados a condições como a asma. Manter-se ativo é essencial", analisou Rita Silva. A mensagem é clara e é corroborada por outros especialistas: a asma, quando bem controlada, não limita. E mais do que isso, a atividade física pode ser uma grande aliada no controle e bem-estar do asmático. A prática regular pode reduzir a frequência e intensidade das crises, melhorando a qualidade de vida do asmático.

Fonte: Redação com assessoria

Comunicar erro
banner tvsampaio 728x90 - local 6
CAMPOS
CESMAC 50 - NOV2023
SESI novo 2024

Comentários

banner TAVARES - 728X90 - 2
banner tv sampaio - local 3