Pref arapiraca - AQ. DE ALIMENTOS - 863
p.contas GOV
Detran 20-27.10
sebrae 728x90
arapiraca nov e dez
Gov fev - TEM,TEM,TEM 1 - Nov A.

'Não seria zebra o Brasil vencer o Pré-Olímpico', diz técnico da seleção de basquete

O técnico Gustavo de Conti, da seleção brasileira masculina de basquete, mostrou confiança nesta terça-feira sobre as chances do Brasil no Pré-Olímpico a ser disputado em julho do ano que vem, às vésperas dos Jogos de Paris-2024.

Por Redação em 28/11/2023 às 20:32:57
O técnico Gustavo de Conti, da seleção brasileira masculina de basquete, mostrou confiança nesta terça-feira sobre as chances do Brasil no Pré-Olímpico a ser disputado em julho do ano que vem, às vésperas dos Jogos de Paris-2024. Na sua avaliação, o time nacional tem chances de faturar o título do torneio que dá vaga somente ao campeão.

"O Brasil é tão competitivo que ele não tem chance de ganhar só um jogo da Letônia, se fosse um playoff, poderíamos vencer. Não seria nenhuma zebra o Brasil vencer o Pré-Olímpico", comentou De Conti, em referência ao grande favorito ao título. A Letônia, que tem tradição na modalidade, jogará em casa, na cidade de Riga, sede do Pré-Olímpico.

A seleção conheceu seus adversários em sorteio realizado na segunda. "Não tem muito o que escolher nesse sorteio. Todos sabem a dificuldade que temos de jogar contra seleções europeias. Todos têm essa dificuldade, na verdade, como Estados Unidos e Canadá. Não vejo o Brasil como favorito, é a Letônia, que fez uma grande Copa do Mundo. Mas vejo a gente competitivo e com chances. Não é um bicho papão. Estamos próximos. Algumas seleções um pouco abaixo, outra mais acima. É um Pré-Olímpico 'ganhável'", declarou.

Além da Letônia, o Brasil terá pela frente Filipinas, Geórgia, Camarões e Montenegro. "Vamos convocar sempre os melhores, quem pudermos convocar. Estejam eles onde estiverem. Claro, temos uma base. Já estou há dois anos na seleção, já criamos uma identidade, um caráter para o time. Conta muito a análise dos adversários. Vamos montar a melhor seleção possível", afirmou.

De Conti garantiu que conta com Bruno Caboclo na seleção. "O Bruno Caboclo não é um jogador que dependemos completamente, mas ele é um encaixe para qualquer time. Muito versátil. Defende qualquer posição, ataca em qualquer posição. Só de armador que não. É um jogador sensacional, comprometido com a seleção. Desde que entrei, extremamente comprometido, um líder positivo. Jogador que, se estiver à disposição, mudamos de patamar. Temos outros tão importantes como ele, como Yago, Raul, Benite, Huertas, Felício, que não fez uma grande Copa do Mundo, pois estava voltando de lesão."

A disputa do Pré-Olímpico é a segunda e última chance do Brasil na tentativa de se classificar para a Olimpíada, competição que não disputa no basquete masculino desde os Jogos do Rio-2016, por ser a sede do evento. Na primeira oportunidade, na Copa do Mundo, o Brasil perdeu justamente para a Letônia, no início de setembro, e foi eliminado do torneio, sem a vaga olímpica.

De Conti ainda lamentou nesta terça a chance perdida. "Foi uma mistura de sentimentos. A imprensa brasileira, era uníssono que o Brasil para a vaga olímpica precisava ganhar do Canadá. Ganhando do Canadá, ficaríamos na frente. E conseguimos. Não que tenhamos ido para a Copa do Mundo para isso. Fomos para classificar e tentar ficar entre os oito. Não controlávamos os outros adversários. E na decisão contra a Letônia, no terceiro período, o jogo escapou e não conseguimos buscar mais. Caboclo com muitas faltas. Nosso desempenho caiu muito quando precisei substituí-lo. Ainda havia a possibilidade da Espanha. Eles estavam oito pontos na frente. Infelicidade, mas não podemos lamentar muito, não estávamos envolvidos."

Fonte: Notícias ao minuto

Tags:   Esporte
Comunicar erro
banner tvsampaio 728x90 - local 6
CAMPOS
CESMAC 50 - NOV2023
SESI novo 2024

Comentários

banner TAVARES - 728X90 - 2
banner tv sampaio - local 3