BannerAseguir3

Botafogo faz 2 a 1, e Palmeiras perde o primeiro jogo no Brasileirão

Uma vitória muito comemorada. Depois de uma longa sequência de empates e entrada na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o Botafogo chegou obstinado para [...]

Por Pedro em 08/10/2020 às 08:59:04
Uma vitória muito comemorada. Depois de uma longa sequência de empates e entrada na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o Botafogo chegou obstinado para enfrentar o até então invicto Palmeiras. O primeiro tempo foi de equilíbrio – após ser encurralado, o alviverde conseguiu organizar seu jogo e ir para cima da equipe carioca. Na segunda etapa, antes mesmo de ensaiar a reação, levou dois gols em menos de 10 minutos. Quinto colocado na tabela, o alviverde levou novamente meio tempo para se encaixar, e a pressão não deu certo. Desperdiçou algumas chances, e poderia ter empatado com Willian, mas parou nas mãos do seu ex-goleiro Diego Cavalieri. Com os três pontos, o Botafogo foi a 15 pontos, na 15ª colocação, zona conturbada da tabela – além do time, Bahia, Corinthians, Atlético-GO têm a mesma pontuação.O JOGOInvicto há 20 jogos, o Palmeiras foi dominado pelo Botafogo no início do primeiro tempo. Com a volta de Honda no meio de campo, a equipe se distribuiu melhor em campo, apertou a marcação e chegou a todo momento no campo de ataque, explorando as laterais do campo. O primeiro lance de perigo do time carioca foi aos 14 minutos, com um lançamento do japonês para Rhuan, que tocou para fora. Pouco depois, o Botafogo aproveitou outro erro de saída de bola do alviverde. Rhuan cruzou na pequena área, mas ninguém, nem Honda nem Babi, conseguiram alcançar para escorar para o fundo do gol. Depois de apresentar falhas na criação e na saída de bola, o Palmeiras, aos poucos, se encaixava debaixo de chuva. Aos 31 minutos, Willian tocou com consciência para Patrick de Paula chutar, de fora da área, jogada característica do garoto palmeirense. A bola passou perto, mas foi para fora. A chuva apertou, e o Verdão cresceu. Aos 40 minutos foi a vez de Raphael Veiga tentar, em um escanteio, a chance na bola parada. Willian desviou e a bola passou perto de Cavalieri, sem sustos. O primeiro tempo teve duas reclamações de pênalti. No primeiro, Rony caiu dentro da área e após consultar o VAR, o árbitro mandou seguir. em outro lance, ao tentar tirar a bola da área, Luan acabou tocando, mas nada foi assinalado. O Palmeiras teve pouco tempo para se localizar dentro de campo na segunda etapa. Com um minuto de jogo, Kevin cruzou na pequena área para Pedro Raul desviar de letra, abrindo o placar para os cariocas. Vindo de uma enorme sequência de empates e precisando vencer para sair da zona de rebaixamento, o Botafogo estava disposto a resolver: aos quatro minutos, Caio Alexandre bateu na sobra após finalização de Pedro Raul, e abriu 2 x 0. O gol precisou ser revisado pelo VAR após marcação de impedimento, mas valeu. Por reclamação no lance, Jaílson recebeu cartão amarelo. Pedro Raul tentou de novo aos 12, Aos 20 minutos, Luxemburgo já tinha feito todas as cinco alterações a que tinha direito. Patrick de Paula, Bruno Henrique, Rony, Mayke e Raphael Veiga saíram para a entrada de Ramires, Zé Rafael, Gabriel Veron, Scarpa e Lucas Lima. O time estava tenso, mas conseguiu chegar com Zé Rafael, que chutou forte demais e a bola passou por cima do gol, e minutos, depois, com Wesley, da meia-direita. O lance exigiu do goleiro Diego Cavalieri. O time pressionou até que conseguiu diminuir com Willian, aos 30, após cruzamento de Scarpa e desvio de Wesley. O time teve chance de empatar a partida aos 36, quando o árbitro assinalou pênalti de Cavalieri, que foi para a dividida com a sola da chuteira, em Willian. O assistente havia levantado a bandeira marcando o impedimento, mas com a revisão do VAR, Willian foi para a cobrança. O goleiro, que poderia ter sido o vilão, foi herói, ao defender a cobrança do atacante palmeirense. O alviverde continuou tentando e apostou nos cruzamentos dentro da área, mas parou na defesa do Glorioso. Scarpa entrou com vontade, e cruzou para Willian na segunda trave, mas foi cortado pela zaga do Botafogo. No sábado, o Palmeiras tem o clássico contra o São Paulo pela frente, no Allianz Parque, às 19h. Já o Botafogo vai até Recife, na Ilha do Retiro, para o jogo contra o Sport, no domingo, às 18h15.BOTAFOGO X PALMEIRASBOTAFOGO –Diego Cavalieri; Kevin, Marcelo Benevenuto, Kanu e Victor Luís; Rafael Forster (Kalou), Caio Alexandre (Sousa) e Honda (Renteria); Rhuan (Guilherme Santos), Matheus Babi e Pedro Raul (Warley). Técnico: Bruno Lazaroni. PALMEIRAS –Jaílson; Marcos Rocha, Felipe Melo, Luan e Mayke (Scarpa); Patrick de Paula (Ramires), Bruno Henrique (Zé Rafael) e Raphael Veiga (Lucas Lima); Rony (Veron), Wesley e Willian. Técnico: Vanderley Luxemburgo. GOLS – Pedro Raúl (1/2ºT), Caio Alexandre (7/2ºT), Willian (31/2ºT) CARTÕES AMARELOS – Wesley (43/1ºT), Jaílson (10/2ºT), Guilherme Santos (25/2ºT), Lucas Lima (25/2ºT), Diego Cavalieri (36/2ºT), Matheus Babi (44/2ºT), Warley (49/2ºT). JUIZ – Rodolpho Toski Marques. LOCAL – Estádio Nilton Santos – Engenhão (RJ).

Fonte: JP

maple 1

Comentários

META