sebrae 728x90
Arapiraca - 17.05-31.05
Detran 01.07
GOV - faz faz faz

Apple supera estimativas trimestrais com aumento nas vendas do iPhone

A Apple apresentou resultados trimestrais que superaram as expectativas de Wall Street nesta quinta-feira, 2 de novembro, com vendas mais altas de iPhones e receitas de serviços ajudando a compensar grandes quedas nas vendas de Macs e iPads.

Por Adeilson em 02/11/2023 às 18:35:48

A Apple apresentou resultados trimestrais que superaram as expectativas de Wall Street nesta quinta-feira, 2 de novembro, com vendas mais altas de iPhones e receitas de serviços ajudando a compensar grandes quedas nas vendas de Macs e iPads.

Apesar de ter superado as expectativas, a receita da Apple na China caiu 2,5%. Além disso, o CEO da empresa, Tim Cook, afirmou (via Reuters) que os novos modelos de alto padrão da empresa, o iPhone 15 Pro e Pro Max, enfrentam restrições de fornecimento.

As ações da Apple, que subiram 37% até o momento neste ano, fecharam em alta de 2% na quinta-feira. Elas caíram 1,3% após o fechamento do mercado. A empresa tem enfrentado melhor a queda global de smartphones do que muitos de seus concorrentes, mas tem como obstáculo uma recuperação econômica desigual na China, um mercado-chave para a Apple.

Leia mais:

A Apple informou que as vendas do quarto trimestre fiscal encerrado em 30 de setembro caíram cerca de 1%, atingindo US$ 89,50 bilhões, com quase US$ 1 bilhão a mais em receita de serviços do que Wall Street esperava, ajudando a superar o total geral das estimativas dos analistas de US$ 89,28 bilhões, de acordo com dados da LSEG. O lucro líquido subiu cerca de 11%. O lucro por ação de $1,46 superou as expectativas dos analistas de $1,39 por ação, de acordo com a LSEG.

Os resultados não incluem a maioria das vendas dos mais recentes modelos do iPhone 15 da Apple. Analistas e investidores estarão atentos a uma teleconferência programada para as 18h, horário de Brasília, na qual os executivos fornecerão uma perspectiva para o trimestre de vendas de fim de ano, historicamente o mais importante para os novos dispositivos.

Dificuldades no mercado chinês

A Apple enfrenta uma concorrência mais acirrada no mercado de smartphones este ano, à medida que a Huawei retorna ao campo com novos telefones alimentados por chips fabricados na China. Isto acontece após a empresa ter sido praticamente excluída do mercado por vários anos devido às restrições comerciais do governo dos EUA.

As vendas da Apple na China caíram para US$ 15,08 bilhões, em comparação com US$ 15,47 bilhões no quarto trimestre do ano passado. O CEO da Apple, Cook, afirmou que, após considerar as taxas de câmbio, os negócios da Apple na China cresceram em relação ao ano anterior, impulsionados pelas vendas de iPhones e receita de serviços.

Na China continental, estabelecemos um recorde trimestral para o trimestre de setembro para o iPhone. Tivemos quatro dos cinco smartphones mais vendidos em áreas urbanas da China.

Tim Cook, CEO da Apple, à Reuters

Restrições de fornecimento e melhoria no mercado

Cook também disse que dois dos novos modelos de alto padrão da Apple, o iPhone 15 Pro e Pro Max, enfrentam restrições de fornecimento. “Estamos trabalhando duro para fabricar mais deles”, disse ele. “Acreditamos que, ainda neste trimestre, atingiremos um equilíbrio entre oferta e demanda.”

Várias tendências globais também favorecem a Apple, com previsões de que o mercado de smartphones atingiu o fundo do poço e pode começar a se recuperar em 2024. O mercado de computadores pessoais também deve se sair melhor no próximo ano. No início desta semana, a Apple lançou novas máquinas Mac.

No longo prazo, os investidores estão de olho na forma como a Apple responde ao boom da inteligência artificial generativa, na qual sistemas podem seguir instruções de maneira semelhante aos humanos – uma área que atraiu bilhões em investimentos da Microsoft e do Google. A Apple afirmou estar trabalhando na tecnologia e a vê como uma maneira de melhorar uma ampla gama de produtos.

iPhone segue no topo

  • Por enquanto, o iPhone continua sendo o maior vendedor da Apple. As vendas do dispositivo atingiram US$ 43,81 bilhões no quarto trimestre, em linha com as expectativas dos analistas de US$ 43,81 bilhões, de acordo com dados da LSEG.
  • As vendas no segmento de dispositivos vestíveis da Apple, que inclui o Apple Watch e os AirPods, caíram 3%, atingindo US$ 9,32 bilhões, abaixo das estimativas de US$ 9,43 bilhões, de acordo com dados da LSEG.
  • A Apple enfrentou vários trimestres de queda nas vendas de Macs e iPads, e o quarto trimestre continuou essa tendência.
  • As vendas de Macs despencaram um terço, atingindo US$ 7,61 bilhões, e as vendas de iPads caíram 10%, atingindo US$ 6,44 bilhões, em comparação com as expectativas de US$ 8,63 bilhões e US$ 6,07 bilhões, respectivamente, de acordo com dados da LSEG.
  • As vendas no segmento de serviços da Apple, que inclui o Apple TV+ e que recentemente fechou um acordo com a superestrela global do futebol Lionel Messi, subiram 16%, atingindo US$ 22,31 bilhões, em comparação com as estimativas dos analistas de US$ 21,35 bilhões.

Fonte: Olhardigital

Comunicar erro
banner tvsampaio 728x90 - local 6
CAMPOS
Detran 20-27.10
CESMAC 2024.2 728x90 l1

Comentários

banner TAVARES - 728X90 - 2
banner tv sampaio - local 3
p.contas GOV