Pesquisa aponta cenário político para governador de Alagoas

Por Sandro Melo em 21/01/2021 às 16:53:37

No começo desta semana, o Instituto Falpe divulgou uma pesquisa que está dando o que falar nos bastidores da política alagoana. Foram três mil entrevistados no início deste mês na região metropolitana de Maceió. O objetivo foi avaliar as intenções de votos para as eleições que irão acontecer em 2022, onde estarão em jogo os seguintes cargos: Presidente da República, Senador, Governador, deputado federal e estadual.

Quando o assunto é quem vai ocupar a cadeira no Palácio República dos Palmares, o xadrez político apontou uma surpresa. O deputado estadual Davi Davino Filho (PP) lidera com 32%. O número é mais que o dobro em relação ao segundo colocado Rui Palmeira (sem partido), que aparece com 15,5%.

Quem ocupa a terceira colocação é o senador Rodrigo Cunha (PSDB) com apenas 12% das intenções de votos. O também deputado estadual Antônio Albuquerque (PTB) aparece em quarto com 3%.

Com menos de 1% das intenções de votos aparecem: Ricardo Barbosa (PT) 0,75%; o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Victor (Solidariedade) 0,5%; Josan Leite (Patriota) 0,5%. Quem não devem votar em nenhum dos candidatos supracitados somam 18%. Os que não opinaram somam 17,75%.

A pesquisa apresentou ainda a relação dos rejeitados e não houve nenhuma surpresa. Rui Palmeira, ex-prefeito de Maceió possui 15% de rejeição. Em segundo lugar aparece Antônio Albuquerque com 12%. Davi Davino Filho ocupa a terceira colocação com 5%. Rodrigo Cunha vem logo atrás com 4,5%. Marcelo Victor e Ricardo Barbosa somam 3%. O menos rejeitado é Josan Leite com 1,75%. Nenhum 18% e não opinaram 37,75%.

Ainda é cedo, mais sabemos que muita água ainda vai passar por debaixo da ponte. É sabido que faltam 22 meses para o pleito. O jogo só vai valer mesmo após as convenções partidárias, mas o cenário político apresentado pela referida pesquisa reflete apenas as intenções de votos dos maceioenses.

maple 1
META